VOZ DA TERRA

*Desde 1.963*


Jornal dvirtual e impresso, que circula na cidade de Assis-SP, Brasil
 

Se não deseja receber este tipo de mensagem,
 

retorne escrevendo apenas EXCLUIR

 

 

Fórum assisense, troca de mensagens entre assisenses residentes em Assis-SP, no Brasil e no exterior.

Coordenador: Egydio Coelho da Silva

As mensagens anteriroes estão abaixo

 

Fórum assisense: mensagens anteriores
 

Assis: fotos antigas

 

Links relacionados à história de Assis:

 

** Processos contra Voz da Terra

** Repressão militar em Assis

 

Empresa, que patrocina e torna

 possível esta página na internet. 

Em Monte Verde:

Clique na foto do hotel 

e veja sua página na internet.

MONTE VERDE-MG  

FÓRUM ASSISENSE EM 09 DE JULHO DE 2020
De:
Lázaro Antonio Almeida
Cidade: Piracicaba. Estado: SP. País: Brasil.

Para: Fórum Assisense

Estou tentando acessar materias antigas que foram editadas por este forum e não estou conseguindo mais.
Porque isto está ocorrendo?
Procuro informes do ano de 1963.
Agradeço se puder me informar como conseguir essas informações que muitas vezes acessei neste forum.
Ats

 
Prezado Lázaro,
Houve alteração na hospedagem do Fórum assisense: nos links onde aparece www.ajorb.com.br , substituir por http://www.egydioimprensa.com.br e as páginas abrem.
Se você tiver alguma dificuldade, me avise qual é o link que não abriu e eu lhe informo como proceder.
Abs.
Egydio Coelho da Silva
 

FÓRUM ASSISENSE EM 04 DE JUNHO DE 2020
De:
Lázaro Antonio Almeida
Cidade: Piracicaba. Estado: SP. País: Brasil.

Para: Fórum Assisense

Desejo encontrar foto de formandos de 1964 do colegio Clybas Pinto Ferraz que foi editada na pagina do forum dos moradores de Assis.
 
Prezado Lázaro,
Estou enviando seu pedido aos emails que tenho em minha lista de assisenses. Espero que você consiga o constato
que deseja.
Abs.
Egydio Coelho da Silva
 

FÓRUM ASSISENSE EM 09 DE MAIO DE 2016
De: Egydio Coelho da Silva.
Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil.

Para: Fórum Assisense

Antônio João Tirolli

Texto de: Egydio Coelho da Silva (*)

 

Se me pedissem apenas algumas palavras sobre o Tirolli, eu responderia sem pestanejar que foi meu melhor amigo e era uma pessoa boa, daquelas cujo coração é maior do que o próprio peito.

Mas, há muito mais.

Foi um dos primeiros amigos, que fiz em Assis.

Embora empresário de sucesso na direção da importante empresa Indústria de Chapéus Icaraí, que fundara e dirigia com muita competência, não tinha participação na política.

Convidei-o a participar da formação do diretório municipal do Movimento Trabalhista Renovador (partido extinto pelo Regime Militar), que fora fundado por Fernando Ferrari, candidato a vice-presidente da República, na chapa de Jânio Quadros.

Até consegui que Tirolli se candidatasse a vereador, pois todas as pessoas que eu consultava, de imediato diziam que ele seria eleito porque era um homem bom e estimado por todos.

Não deu outra. Ganhou eleição para vereador.

Porém, não teve sucesso na política, por um motivo simples, era honesto demais e não tinha cintura para votar projetos de Lei com o partido ou a pedido do prefeito. Votava com a sua consciência e isto é bonito, mas infelizmente não funciona nas atividades partidárias.

Não é sem razão que tinha admiração pelo seu xará, o tenente Antônio João, que por ocasião da invasão do exército paraguaio, em número superior de soldados, resistiu e enviou uma mensagem ao comando paraguaio, onde dizia:

"Sei que morro, mas meu sangue e o dos meus companheiros servirão de protesto solene contra a invasão do solo de minha Pátria".

Na verdade, os patriotas dificilmente fazem sucesso na política.

Quando o convidei, em 1964, para junto com Odair Macedo Pereira, fazer parte da sociedade que daria andamento ao jornal Voz da Terra, mais uma vez, apenas por amizade, aceitou o convite.

Sou obrigado a confessar que sem sua participação, o Voz da Terra não teria sobrevivido e chegado aos 53 anos de circulação. Embora tivesse pouco tempo, sempre se dispôs e nos orientar com seu tino de empresário de muita visão.

Mas o progresso e os costumes mudam e pegam a todos de surpresa.

O povo passou perder o costume de usar chapéu e sua indústria Icaraí começou a perder seus clientes tradicionais, justamente no momento em que Tirolli havia adquirido um imóvel para instalar sua indústria. A diminuição de seu capital de giro em razão da imobilização, somada a queda nas vendas determinou o começo do fim de sua importante indústria, que era orgulho dos assisenses e gerava muitos empregos.

Porém, seu otimismo e honestidade dificultaram achar um caminho para que lhe restasse pelo menos algum pequeno patrimônio, após o encerramento de sua firma.

Advogado e contador lhe passaram informações de como proceder, mas sempre otimista acreditava e lutava convicto de que manteria a Icaraí e não precisaria demitir nenhum funcionário e não aceitou nenhuma solução que prejudicasse seus funcionários.

Preferiu ficar sem bens, inclusive perder o imóvel que comprara com sacrifício, mas com sua consciência tranquila, convicto de que um homem vale por sua honestidade e caráter e não pelos bens que possui.

Ele me contou que fora obrigado a demitir uma jovem funcionária e lhe pagara todos os direitos, mas mesmo assim ela foi à Justiça. A decisão judicial foi favorável à empresa, mas a ele ficou a imagem da frustração da funcionária.

Dizia: "parecia uma criança quando perde um doce". Não resistiu e orientou seu advogado a que oferecesse algum valor, para lhe diminuir a tristeza.

Se existe céu, com certeza é para lá que Antônio João Tirolli vai. É o lugar que Deus criou para receber as pessoas boas.

(*) Egydio Coelho da Silva é jornalista e fundador do jornal Voz da Terra

 

FÓRUM ASSISENSE EM 10 DE OUTUBRO DE 2016
De: Sandra Almeida.
Cidade: Miritiua. Estado: MA. País: Brasil.

Para: Fórum Assisense

Trabalhei no Jornal Voz da Terra e sou amiga do filho de Féis Dugaich, jornalista, fundador de uma revista em Assis. O filho Ricardo Dugaich quer fazer um resgate da trajetória de seu pai. Será que o senhor poderia me ajudar? Fotos, imagens da revista, etc.. obrigada!

FÓRUM ASSISENSE EM 22 DE FEVEREIRO DE 2017
De: Ernesto Nóbile.
Cidade: Assis. Estado: SP. País: Brasil.

Para: Fórum Assisense

Morre aos 92 anos Mauro Nogueira Duarte, filho e irmão de ex-prefeitos.

Mauro Nogueira Duarte ,nascido em Assis no dia 01 de janeiro de 1925, filho de Abílio Duarte de Souza e Elvira Nogueira Duarte, começou a trabalhar nas Casas Pernambucanas no inicio de 1950. Casou-se em 1952 com Maria Hilda Prehl Duarte, também moradora de Assis, onde eram praticamente vizinhos, na Rua Gonçalves Dias.
Mauro teve 6 filhos e se aposentou em Botucatu , onde permaneceu, abrindo uma loja de tecidos e vestidos de noiva com sua esposa e filhos.Trabalhou mais 24 anos nessa loja, num total de 59 anos de atividades. Participou com afinco da Sociedade de São Vicente de Paulo, mantenedora do Asilo de Botucatu até próximo de sua morte.
Sempre cuidou da família, apoiando os 6 filhos, 13 netos e 5 bisnetos. Teve uma boa saúde até os 92 anos, quando veio a falecer no dia 17 de fevereiro de 2017, sendo sepultado dia 18 em Botucatu.
Mauro Nogueira Duarte, uma pessoa encantadora, era filho do 8º prefeito de Assis, Abílio Duarte de Souza e irmão do também ex-prefeito e ex-deputado Abílio Nogueira Duarte, com quem parecia ser irmão gêmeo, tamanha a semelhança. Era também tio do ex-vice prefeito Ernesto Benedito Nóbile, cuja mãe Diva Nogueira Duarte Nóbile era sua irmã.
Mauro Nogueira Duarte faleceu na última sexta-feira, aos 92 anos.
Caro Ernesto,
Notícia triste o falecimento do Mauro Nogueira, embora tenha sido privilegiado por ter vivido até os 92 anos, bem acima da média.
Seu irmão, Abílio Nogueira Duarte, que conheci logo que cheguei a Assis, em 1962, precisamente no dia 04 de maio, no seu antigo escritório de contabilidade.
Foi-me apresentado pelo seu sócio Cilico, que me disse: "Abílio também foi nomeado fiscal de rendas e será seu colega".
A afinidade veio logo, principalmente pela participação política.
Abílio me informou que seria candidato a prefeito no ano seguinte, 1963.
Disse-lhe que tinha credencial para fundar o diretório do MTR-Movimento Trabalhista Renovador, formado de uma dissidência do antigo Partido Socialista Brasileiro, e ele poderia ser candidato pela minha legenda.
Isto acabou acontecendo. E mais: contei-lhe minha experiência em editar jornal estudantil e de entidade e de meu interesse em fundar um jornal em Assis.
No fim, tudo acabou acontecendo, porque o antigo Jornal de Assis encerrara suas atividades e Abílio não teria o apoio da Gazeta de Assis, cujo diretor, Nélson de Souza, era adhemarista.
E assim nasceu Voz da Terra, com o apoio do Abílio, que considero como um dos responsáveis pela fundação do jornal.
Também conheci seu pai, quando Abílio me convidou a visitá-lo, me informando que ele fora prefeito de Assis.
Seu pai, Abílio Duarte de Souza, estava no quintal de sua casa, cuidando do pomar e, com certo orgulho, colheu uma mexerica "polkan" e me deu.
Este fato, sempre me trás à memória, texto que li no livro "Saber envelhecer", escrito por Cícero, orador romano, morto, em 44 antes de Cristo, a mando de Marco Antônio, sob acusação de ter inspirado Brutus a assassinar Júlio César.
Cícero, nesse livro, aconselha as pessoas de terceira idade a cuidarem de plantas e de pomar.
Cita Ulisses, depois de suas aventuras, narradas na Odisséia, que duraram 20 anos, volta à sua terra e vai visitar seu pai, Laerte, e o encontra cuidando de um pomar.
Eu, na minha idade, faço isso sempre que posso, não pelo exemplo de Laerte e de Abílio Duarte de Souza, mas naturalmente porque me dá muito prazer.
Acredito que a própria natureza leva as pessoas de terceira idade a gostar de plantas.
Ernesto, grato pela informação. Desculpe-me a divagação, mas a triste notícia da morte do Mauro me trouxe essas recordações.
Meus sentimentos de pesar a seus amigos e seus familiares.
Abs.
Egydio Coelho da Silva

FÓRUM ASSISENSE EM 24 DE FEVEREIRO DE 2017
De: Ernesto Benedito Nóbile.
Cidade: Assis. Estado: SP. País: Brasil.
Para: Fórum Assisense

Estimado Egydio,
Fiquei alegre e satisfeito em receber sua mensagem. Sua vida dá para escrever um livro. O senhor tem grandes folhas de serviços prestados à Assis e seu povo. Sou eternamente grato ao senhor, que aos 13 anos me proporcionou a chance de trabalhar como repórter na Voz da Terra, tornando-me depois um bom jornalista graças ao senhor. Grato por tudo e um grande abraço.
Ernesto Benedito Nóbile

FÓRUM ASSISENSE EM 12 DE MARÇO DE 2017
De: Carolina Ceródio Cardoso.
Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil.
Para: Fórum Assisense

Olá,
Eu gostaria de adquirir o livro sobre a cidade de Assis como faço?
Estou iniciando a história da minha família que é de Assis.
Caso alguém tem alguma informações  sobre Julia Rodrigues Cerodio ou João Cerodio.
Poderia ser qualquer informações  sobre a família Rodrigues Cerodio. Muito Obrigada
carolcerodio@hotmail.com
Prezada Carolina,
Consulte o livro "Assis de A a Z" de Luiz Marcos Barrero, editado pela "L2M Comunicação em 2008.
Atenciosamente.
Egydio Coelho da Silva
 

FÓRUM ASSISENSE EM 14 DE MARÇO DE 2017
De: Luiz Marcos Barrero.
Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil.
Para: Fórum Assisense

Caro Egydio,
Tenho algumas informações sobre os Serodio, que talvez ajudem a Carolina:
A família Serodio, mais com S do que com C, tem origem num padre português, que veio ao Brasil, rodou e foi parar em Maracaí, onde está sepultado.
(e também terra de toda a família da minha mãe, inclusive os primos Maracaí, ex-goleiro da Ferroviária, a dupla sertaneja Correia e Correinha,
e o senador e ex-governador de Rondônia, Waldir Raupp, encrencado na Lava Jato, e casado com uma prima da minha mãe, Mariinha Rocha, deputada federal, maracaiense...e por aí vai...)
Nome do padre: Francisco José Serodio. Teve 12 filhos com Joanna Maria Pinto, brasileira. Daí a prole ficou grande demais e se espalhou....
Acho que os Rodrigues entram na história por meio do sergipano José Rodrigues dos Santos, que chegou à região por volta de 1915 + ou - e se casou com uma Serodio, Maria da Conceição, em Campos Novos Paulista.
Há, também, sobretudo no imaginário dos mais velhos habitantes da região, a lenda sobre os Benedito Seródio, pai e filho, o Ditinho.
O pai foi assassinado nos anos 1940, a tiros, e o filho acabou morto uns 20 anos depois, e teve o corpo jogado nas águas do Paranapanema.
Ambos eram matadores de aluguel, temidos em toda a região, e terminaram seus dias e noites nas mãos de inimigos.
Embora com muitos descendentes em Assis, alguns amigos meus, a história da família está mais ligada e enraizada na região do que exatamente na cidade tema do meu livro.
Diga-se, também, que um ramo dos Serodio se desgarrou nos anos 1970 e foi “fazer a vida” em MS, em torno de Rondonópolis – assim como centenas de assisenses sem rumo na vida fizeram naquela década.
De minha anotações, acho que é isso.
Meu segundo livro de poesias, Pra Machucar Meu Coração, sai até maio agora, pela Editora Patuá – uma independente de prestígio (aviso sobre o lançamento).
O mais recente é Empresários Brasileiros – um catatau que conta a história do capitalismo no país, por meio de perfis de homens e empresas, texto leve, estilo novo jornalismo (que já é velho, mas saudável).
Do Telégrafo à internet – a trajetória de Dary Avanzi, uma biografia de encomenda (vivo disso), saiu no ano passado.
Três anos atrás mais ou menos, saiu outro tijolão - Dez Décadas – a História do Santos F. C.
Ufa, me estendi..
Abração
Marcos Barrero

FÓRUM ASSISENSE EM 23 DE MAIO DE 2018
De: Ana Lúcia.
Cidade: Peruíbe. Estado: SP. País: Brasil.
Para: Fórum Assisense

Boa tarde, Egydio,
Foi um prazer receber por email a primeira página de Voz da Terra.
Passei alguns meses em Peruíbe, mas estou de volta a Assis. Sou filha da finada "Mãizinha". Muito bom saber de vocês.  Abraços.

FÓRUM ASSISENSE EM 09 DE JUNHO DE 2018
De: Jose Nilton Rodrigues.
Cidade: São José dos Campos. Estado: SP. País: Brasil.
Para: Fórum Assisense

Estimado Egydio,
Fazia tempo que eu não recebia esses e-mails que são muito bem vindos. Estou residindo em São Jose dos Campos há mais de 30 anos, mas o coração permanece ligado a terrinha mãe.
Obrigado por compartilhar as informações de nossa querida Assis.
Hoje tenho poucos vínculos em Assis, mas qualquer notícia sempre vai ser bem vinda.
Um grande abraço.
Caro José Nilton,
Grato pela participação. Qualquer boa recordação de Assis, que você tenha, fique à vontade para me enviar e ser publicada neste Fórum.
Abs.
Egydio Coelho da Silva

FÓRUM ASSISENSE EM 29 DE JUNHO DE 2018
De: Lourival A Fabri.
Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil.
Para: Fórum Assisense

Boa noite,Egydio,
Fui morador da cidade de Assis de 58 a 1971, gostaria de receber mensagens e ou participar do Fórum Assisense, moro atualmente em Sao Paulo.
Obrigado grande abraço.
Caro Lourival,
Fique à vontade para participar. Suas mensagens serão colocadas no Fórum assisense e, havendo manifestação de outros assisenses, você receberá as mensagens.
Abs.
Egydio Coelho da Silva

FÓRUM ASSISENSE EM 08 DE JULHO DE 2018
De: Ilma Nunes Santos.
Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil.
Para: Fórum Assisense

Oi Sr. Egydio,
Tudo bem com o Sr.? Querida Voz da Terra.
Tenho muitas Saudades daquele tempo que trabalhei aí. Fazendo parte do sucesso do jornal. Nunca me esqueço do Sr. Um grande Abraço com todo meu carinho a todos os colegas de Voz da Terra.
Prezada Ilma,
Fico muito alegre quando recebo mensagens de colegas que trabalharam em VT e sentem saudades do ambiente de trabalho e dos colegas.
Obrigado pela participação.
Abs.
Egydio Coelho da Silva

FÓRUM ASSISENSE EM 18 DE JULHO DE 2018
De: Natalie Maluf Mega.
Cidade: Assis. Estado: SP. País: Brasil.
Para: Fórum Assisense

Olá, senhor Egydio, tudo bem?
Talvez o senhor não se lembre de mim, mas fiz estágio no seu
jornal em 2008, acho, quando havia acabado de me formar como
jornalista.
Enfim, hoje me graduei na Unesp, campus de Assis, em Letras. Infelizmente a educação está sucateada...

FÓRUM ASSISENSE EM 22 DE SETEMBRO DE 2018
De: Armênio Carpentieri.
Cidade: Assis. Estado: SP. País: Brasil.
Para: Fórum Assisense

Egydio,
É com tristeza que comunico o falecimento as 23 hs de ontem, 21/9, de Carlos Alberto Camocardi, prof. Kamu, que foi da escola de samba  "bafo da onca", e que atualmente vivia em Ivaiporã, PR.
Solicito colocar no Fórum assisense, para que seus amigos e admiradores tomem conhecimento. Muito obrigado.
 

Observação do coordenador:
Favor  não se esquecer de informar nome completo e a cidade de onde envia o email.

  Fórum assisense: mensagens de 07 de 2014 a 07 de 2015
l

 Participe e/ou fale com o coordenador do Fórum assisense (de qualquer computador)
ou

Participe e/ou fale com o coordenador do Fórum assisense (por email)

(Não esquecer de escrever o nome completo e a cidade de onde envia o email)

 

“Se tivesse que decidir se devemos ter governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir a última opção”. Thomas Jefferson (1.743-1.826), ex-presidente dos EUA.

Clique aqui para ver mais pensamentos e máximas sobre liberdade de imprensa


 

Para se cadastrar e receber as mensagens gratuitamente ou participar deste fórum, envie email para:  Egydio Coelho da Silva   

email:  

vtmv@monteverdemg.com.br 

 

 Este fórum é encontrado no website: www.egydioimprensa.com.br/vt-forum

10) Os textos veiculados neste fórum também são enviados para a redação de Voz da Terra de Assis.

11) Se você se sentir prejudicado com qualquer notícia aqui divulgada ou no jornal impresso VOZ DA TERRA e quiser se utilizar do direito de resposta, favor enviar email de volta, que a sua opinião será divulgada com o mesmo destaque e enviada para as mesmas pessoas que receberam esta mensagem.

12)  Pede-se aos participantes respeito e tolerância pelo direito de expressão de pensamento de cada um, tendo como filosofia o pensamento de Voltaire: 

"Não concordo com uma só palavra do que dizes, mas defenderei até a morte o teu direito de dizê-la".  

13)  Solicita-se que antes de enviar a mensagem, o texto seja lido novamente e se faça a sua correção num programa  de  corretor de texto.

Grato.

Egydio Coelho da Silva, coordenador do fórum assisense

Email: vtmv@monteverdemg.com.br

Máximas sobre liberdade de imprensa e livre manifestação do pensamento:

 

*“Se tivesse que decidir se devemos ter governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último” (Thomas Jefferson).

 

* “A imprensa, numa vigorosa prestação de serviço, será a memória da cidadania contra o corporativismo de interesses menores, quer no Executivo, Legislativo e Judiciário” (Carlos Alberto Di Franco).

 

*  “Que o bem da liberdade segue imediatamente os bens da vida e da integridade física, demonstra-se facilmente, pois, a liberdade foi sempre constantemente um dos mais altos fins dos esforços e das aspirações humanas” (Adriano de Cupis).

 

* “Libertas omnibus rebus favorabilior est” ( “Em todos os casos a liberdade é mais favorável”), Brocardo Romano.

 

* “ A imprensa é um dos meios mais importantes de crítica e controle público permanente” (Konrad Hesse)

 

* “A imprensa livre é o olhar onipotente do povo” (Karl Marx).

 

* “A imprensa livre é o espelho intelectual no qual o povo se vê e a visão a si mesmo é a primeira condição da sabedoria” (Karl Marx).

 

*  “Nossa Constituição Federal (1988) protege, de maneira veemente, o direito de informar, o direito de se informar e o direito de ser informado” (Oduvaldo Donnini, autor do livro “Imprensa livre, dano moral e dano à imagem...pág.206)

 

* “A medida que a comunicação se torna maior e melhor, fica claro que a intolerância é a verdadeira pequenez do homem”, Spielberg

 

* "Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferências, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras" (o artigo XIX da Declaração Universal dos Direitos Humanos-ONU, as


"Creio na imprensa sem restrições, porque creio no poder da razão e da verdade".

Rui Barbosa

 

"Infringem a  ética:

o juiz que não julga, 

o promotor que  não denuncia, 

o advogado que não defende, 

o jornalista que não noticia o que sabe ou 

não escreve o que pensa".

Medeiros de Abreu

 

"Não concordo com uma só palavra do que dizes, mas defenderei até a morte o teu direito de dizê-la".  Voltaire

 

* Indenização, em dinheiro, por dano moral somente indeniza a moral de quem não tem moral.

Medeiros de Abreu 

“O interesse coletivo deve prevalecer em relação ao particular”. Ministros Marco Aurélio e Gilmar Mendes em decisão sobre crime de imprensa.

* "O segredo é aliado da corrupção". Ministro Waldir Pires  

"Julgar idéias é uma das mais infelizes invenções da humanidade." Jornalista Audálio Dantas

 

"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa". (Declaração de Chapultepec sobre liberdade de expressão)  

 

* "Limitar a liberdade de expressão, sob qualquer forma que seja, revela incompatibilidade com a democracia". 

Rodrigo Pinho, procurador geral de Justiça do Estado de São Paulo

 

"Falta de ética é não publicar notícia relevante". Thélio Magalhães, jornalista.

 

* "O resto do mundo é mero aprendiz do Brasil em matéria de concentração da propriedade da mídia". Fernão Lara Mesquita, jornalista.

 

* "O sigilo da fonte garante a revelação de  atividades ilegais". Judith Miller, repórter do New York Times

 

 

Os incisos do artigo 5o. da Constituição abaixo só não garantem a liberdade de imprensa, porque foram "esquecidos" pelos que julgam ações contra a liberdade de imprensa:

 

* "IV - É livre a manifestação de pensamento, sendo vedado o anonimato";

 

* "V - É assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo...";

 

* "IX - É livre a atividade...de comunicação, independentemente de censura e licença";

 

* "XIV - É assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional