Egydio Coelho da Silva e Suely Silvae
 

História da fundação  de Monte Verde
Camanducaia - Distrito de Monte Verde -MG - Brasil

 

Capítulo VII– depoimento de moradores

Moradores: depoimento sobre história de Monte Verde

VOZ DA TERRA  – 24 DE JANEIRO DE  2.002 

Email recebido

Antônio Sérgio de Oliveira

sergio@autitec.com.br
Autitec Automação Industrial
Comercial +55 19 3255 4501

 

Caros,
Seria possível vocês fornecerem a posição ( latitude e longitude ) do Centro de Monte Verde.
Obrigado
Infelizmente, não disponho dessa informação. Vou, porém, repassar seu email para todos de minha lista de emails e, se obtiver resposta, lhe retornarei.

Atenciosamente,

Egydio Coelho da Silva

 VOZ DA TERRA  – 25 DE JANEIRO DE  2.002 

Email recebido

Leticia

Monte Verde

Sr Egydio, c ref a pergunta do sergio, monte verde está a:

Latitude e longitude de mv 22o 51'S 46o 2'W

 VOZ DA TERRA  on line – 30 DE JANEIRO DE  2.002

Email recebido

Luiz Avelino

Não sei se vai servir, mas tenho essa informação da minha casa:

S 22.51.428

W 046.01.993

Espero que ajude, essa referencia é da Av. do Sol Nascente, próximo ao restaurante Caipira.

Luiz,

Grato. A sua informação bate com a da Letícia, que já repassei para o interessado e deixei arquivada para responder a outros,

 que consultarem.

Egydio Coelho da Silva

]

VOZ DA TERRA  EM  30 DE AGOSTO DE  2.002

Email recebido 

De:  Walter Monacci

Cidade: Monte Verde-MG  País: Brasil

 

Sr. Egydio,
Segue mail que eu recebi do Silvio Dasser.
Abraços,
WALTER
Subject: ENC: Não é que existe Monte Verde
Oi!
Pessoal
Veja Monte Verde pelo angulo do satélite, as coordenadas são da casa do
comandante Avelino, que fica atrás do aeroporto. 

(S 22.51.428 por W
046.01.993)

Assunto: Não é que existe Monte Verde monte verde.ppt
 Abraços
Silvio Roberto Dasser

Walter,

Grato pela informação, não pelo fato de Monte Verde existir o que eu já sabia, embora seja cartesiano convicto,  mas sim por que tenho tido muita consulta de aviadores sobre a localização de Monte Verde e essa informação poderei repassar a quem solicitar.

Abraços.

Egydio

 VOZ DA TERRA  (Impressa)– 14 DE FEVEREIRO DE  2.002 

 

VOZ DA TERRA  EM 19 DE ABRIL DE  2003

Email recebido 

De:  Maria Lucia Forlenza

Cidade: Monte Verde - Estado: MG - País: Brasil

 

Apenas a título de informação, creio que em 1.966, o Governador Israel Pinheiro também esteve em Monte Verde...

Tenho uma curiosidade, alguém sabe informar quando é o aniversário de fundação de Monte Verde?

Lúcia,

Monte Verde foi fundada em 29 de novembro de 1.950, portanto, completa este ano 53 anos.

Fiz essa pesquisa em 2000 e entendi que a data de fundação de Monte Verde (a comunidade de Monte Verde) é 29 de novembro de 1.950, quando Verner Grinberg vendeu os dois primeiros  lotes de terra de sua antiga fazenda. 

E nessa data, 29 de novembro de 1.950, as escrituras foram lavradas. Verner me disse que a data é correta, pois, logo que vendeu (não doou como ainda se comenta), a escritura foi lavrada imediatamente. "Vendi baratinho, mas vendi e não fiz doação", afirmou ele.

Essa nossa interpretação da data da fundação de Monte Verde também recebeu a aprovação de Verner Grinberg como a mais provável, pois, é de se acreditar que, quando O primeiro loteamento foi registrado  no Cartório de Registro de Imóveis em 10 de julho de 1.955, já existia uma comunidade em Monte Verde. 

E a nossa pesquisa se baseia na convicção de que o início de uma cidade não deve ser  somente cartorária e ou política, mas sim quando ela começa a existir de fato e não só de direito.

"Os dois primeiros terrenos, de dois alqueires cada um,  foram vendidos, conforme escritura lavrada no 2.º Tabelionato de Camanducaia, em 29 de novembro de 1.950.

Um para Andrejs Ceruks, letoniano, residente em Nova Odessa-SP; o outro, para João Lukas, letoniano, residente na Capital de São Paulo, pelo valor de cinco mil cruzeiros cada um.

Em 12-03 de 1.951, vendeu 11 alqueires  para Ilsa e Lisa Grinberg, letonianas,  “residentes neste município”.   

Veja as reportagens publicadas em Voz da Terra, que estão disponíveis na internet em: http://www.monteverdemg.com.br/historia.htm  e em: Mais história de Monte Verde  

Egydio Coelho da Silva

 

VOZ DA TERRA  EM 23 DE ABRIL DE  2003

Email recebido 

De:  Vicente Forlenza Neto

Cidade: Monte Verde - Estado: MG - País: Brasil

Visita histórica de governador

O Governador Israel Pinheiro esteve em Monte Verde em 1969 por ocasião do inicio dos serviços de fornecimento de energia elétrica pela Cia Bragantina.

Na Ocasião ele desfilou por Monte Verde  tendo o Sr.Verner Grinberg como  condutor em seu possante Chevrolet 1951 Sedan Verde.

Sds

06/junho/2005

Pedra fundamental muda de lugar
Morador, indignado, disse que a população deveria ser consultada, por se tratar de um Patrimônio Histórico. "Hoje eles retiram a Pedra, isso sem falar que estão vendendo ruas, praças, vielas e se não tomarmos providências onde isso vai parar".

Pedra Fundamental sendo retirada

 

 

Iara, Beto e Jeremias e ao fundo

o Carvalho cinquentenário

No dia primeiro de junho, nesta quarta feira por volta das oito e quarenta e cinco da manhã, o morador Jeremias e a Iara do Porão do Zé, chamaram o jornal Voz da Terra para fotografar a retirada da "Pedra Fundamental" localizada na Praça de propriedade particular em frente a Igreja Batista.
Os moradores estavam indignados sem saber para onde iria a Pedra Fundamental, que foi colocada na década de 60 em virtude da chegada da rede elétrica em Monte Verde.
O proprietário do terreno, Beto Stikan compareceu ao local e esclareceu a todos que a Pedra seria colocada junto a Caldeira em frente a Imobiliária Monte Verde, para compor a história da chegada da luz elétrica e que não seria destruída.
"Não faz sentido essa pedra ficar aqui já que faz parte da história da caldeira.

No lugar colocaremos a história do Carvalho que há mais de quarenta anos se encontra no local", disse Stikan
A retirada da Pedra Fundamental apesar de se encontrar em terreno particular já teria sido comunicada a Subprefeitura.

O morador Jeremias, indignado, disse que a população deveria ser consultada, por se tratar de um Patrimônio Histórico.

"Hoje eles retiram a Pedra, isso sem falar que estão vendendo ruas, praças, vielas e se não tomarmos providências onde isso vai parar", disse jeremias.

 

VOZ DA TERRA  IMPRESSA  DE NOVEMBRO DE  2003

O despertar da vila

A vida da comunidade era extremamente simples. Ali mesmo eram produzidos os pães, a ordenha da vaca, os pequenos cultivos e criações.
Era dona Emilia quem dava os sinais convencionais da “hora de levantar”, através de um sino que tocava.

Mais tarde a luz era gerada por uma velha caldeira, que acionava um gerador e que era desligado às 22 horas após três piscadas antes do corte. 
Em 1969 finalmente chega a luz elétrica vinda de Bragança Paulista.
O “locomóvel”como ficou conhecido, se encontra exposto na entrada da cidade em frente à Imobiliária Monte Verde, marcando um pedacinho desta história.
Hoje Monte Verde é conhecida pela sua beleza natural das paisagens que a circundam, como o Pico do Selado, Chapéu do Bispo, Pedra Redonda, Pedra Partida, Pedra da Lua, as ruínas do Ponciano, as cachoeiras proibidas da Cia Melhoramentos, os esquilos e beija-flores, que vem comer as migalhas e beber água bem pertinho da gente.
Isso tudo graças à família Grinberg, que veio aportar em solo mineiro nas terras altas da Mantiqueira, transformando a primitiva “Campos do Jaguary” nesta maravilhosa arquitetura suíça de clima tipicamente europeu. Texto: Suely Silva 

VOZ DA TERRA  IMPRESSA  DE NOVEMBRO DE  2003

Depoimento de quem viveu a história de Monte Verde
Emidio Moreira Filho,84 (ex-prefeito de Camanducaia
"Eu acompanhei o crescimento de Monte Verde. Quando ele (Verner) chegou eu tinha uma serraria e casa de móveis.
Eu fiz armário, cadeira e alguns móveis para ele.
Ele me contou que estava morando em uma barraca improvisada com a família, até que o homem entregasse o sítio para ele.
Me lembro ainda que o Sr. Verner comprou um fordinho velho e veio pela estrada dos cafundós e não deu mais para chegar porque que não havia estrada. Ele teve que deixar o carro lá na estrada.
No município de Camanducaia e no Sul de Minas não tem um homem para fazer o que ele fez.
O homem é um empreendedor.
Ele me disse na época, “vou fazer daquela terra uma cidade” e fez.
Para mim ele é o homem mais importante do nosso município e merece todo o nosso apoio."
 
Suely Silva

 

VOZ DA TERRA  IMPRESSA  DE NOVEMBRO DE  2003 Benedito Carlos Neto, 77, Nascido em Bom Jardim, distrito de Camanducaia, o Sr. Benedito veio em 1960 para Monte Verde trabalhar com trator de esteiras para o Sr. Verner. Ajudou a abrir muitas ruas, inclusive a avenida Sol Nascente. Foi o motorista do primeiro ônibus que levava uma vez por dia as pessoas para Camanducaia, que inclusive conta que não tinha uma só pessoa que não passava mal dentro do ônibus.
“Tinha que lavar o ônibus todos os dias, as pessoas tinham medo de entrar, pois nunca tinham visto nada parecido. Quando cheguei havia poucas casas, pastos e matos. Lembro da primeira professora, a dona Cidália. Havia perto do laguinho uma escolinha de madeira. Graças à chegada da família todos os que aqui se encontravam conseguiram trabalho e ajudaram a construir a cidade”. disse ele. Suely Silva

 

VOZ DA TERRA  EM 23 DE ABRIL DE  2003

Email recebido 

De:  Vicente Forlenza Neto

Cidade: Monte Verde - Estado: MG - País: Brasil

Visita histórica de governador

O Governador Israel Pinheiro esteve em Monte Verde em 1969 por ocasião do inicio dos serviços de fornecimento de energia elétrica pela Cia Bragantina.

Na Ocasião ele desfilou por Monte Verde  tendo o Sr.Verner Grinberg como  condutor em seu possante Chevrolet 1951 Sedan Verde.

Sds

 

VOZ DA TERRA  EM 19 DE ABRIL DE  2003

Email recebido 

De:  Maria Lucia Forlenza

Cidade: Monte Verde - Estado: MG - País: Brasil

 

Apenas a título de informação, creio que em 1.966, o Governador Israel Pinheiro também esteve em Monte Verde...

Tenho uma curiosidade, alguém sabe informar quando é o aniversário de fundação de Monte Verde?

Lúcia,

Monte Verde foi fundada em 29 de novembro de 1.950, portanto, completa este ano 53 anos.

Fiz essa pesquisa em 2000 e entendi que a data de fundação de Monte Verde (a comunidade de Monte Verde) é 29 de novembro de 1.950, quando Verner Grinberg vendeu os dois primeiros  lotes de terra de sua antiga fazenda. 

E nessa data, 29 de novembro de 1.950, as escrituras foram lavradas. Verner me disse que a data é correta, pois, logo que vendeu (não doou como ainda se comenta), a escritura foi lavrada imediatamente. "Vendi baratinho, mas vendi e não fiz doação", afirmou ele.

Essa nossa interpretação da data da fundação de Monte Verde também recebeu a aprovação de Verner Grinberg como a mais provável, pois, é de se acreditar que, quando O primeiro loteamento foi registrado  no Cartório de Registro de Imóveis em 10 de julho de 1.955, já existia uma comunidade em Monte Verde. 

E a nossa pesquisa se baseia na convicção de que o início de uma cidade não deve ser  somente cartorária e ou política, mas sim quando ela começa a existir de fato e não só de direito.

"Os dois primeiros terrenos, de dois alqueires cada um,  foram vendidos, conforme escritura lavrada no 2.º Tabelionato de Camanducaia, em 29 de novembro de 1.950.

Um para Andrejs Ceruks, letoniano, residente em Nova Odessa-SP; o outro, para João Lukas, letoniano, residente na Capital de São Paulo, pelo valor de cinco mil cruzeiros cada um.

Em 12-03 de 1.951, vendeu 11 alqueires  para Ilsa e Lisa Grinberg, letonianas,  “residentes neste município”.   

Veja as reportagens publicadas em Voz da Terra, que estão disponíveis na internet em: http://www.monteverdemg.com.br/historia.htm  e em: Mais história de Monte Verde  

Egydio Coelho da Silva

 

Volta à página inicial da História

da Fundação de Monte Verde